Cotando Seguro Chrysler / Dodge Barato?
A CotandoSeguro.com Desafia Preço Menor

Chrysler / Dodge

Conheça mais sobre a montadora Chrysler / Dodge e seus benefícios

 chrysler / dodgechrysler / dodge

Seis anos. Foi o quanto durou a trajetória da Dodge como montadora independente. Os irmãos John Francis Dodge e Horace Elgin Dodge adquiriram, em 1897, a primeira patente para fabricar componentes para bicicletas e, assim o fizeram até 1900 quando venderam a fábrica de bicicletas e com o dinheiro montaram uma oficina para produzir peças, primeiramente, de fogão e depois de transmissões que iriam equipar modelos da Oldsmobile. Fornecedores já consolidados da então incipiente indústria automotiva, em 1903, Henry Ford contratou os irmãos Dodge para fornecer chassi e outras peças para o primeiro modelo da Ford, o modelo A.

Por onze anos os irmãos tiveram uma relação estreita com Henry Ford, tanto que John Francis ocupou a vice-presidência da empresa. Desentendimentos acabaram com o relacionamento e os irmãos Dodge resolveram ressuscitar o antigo sonho de desenvolver e construir seu próprio automóvel. O primeiro carro saiu da linha de montagem em 1914 e foi informalmente chamado de “Old Betsy”. No final daquele ano 249 automóveis haviam sido construídos pela Dodge Brothers Motor Company. Dois anos depois, em 1916, vieram novos modelos e a montadora alcançou a quarta posição no ranking dos carros mais vendidos dos EUA com 70.700 unidades. Em 1917 foi produzido o primeiro caminhão, o Commercial Car. Os dois irmãos faleceram em 1920, a empresa ainda ficaria sob o comando da família por alguns anos até ser adquirida em 1928 pela Chrysler Corporation.

Old Betsy Dodge

O primeiro carro saiu da linha de montagem em 1914 e foi informalmente chamado de Old Betsy

O símbolo do carneiro montanhês foi criado em 1932, quando a empresa já estava sob o guarda-chuva da Chrysler para identificar os automóveis Dodge, simbolizando a cidade de mesmo nome, localizada no estado de Kansas, no oeste norte-americano, ao mesmo tempo, estilo agressivo, força e robustez.

A Chrysler havia sido fundada em 1923 depois de Walter Percy Chrysler ter trabalhado por anos na GM e decidido associar-se a Willys-Overland e a Buick, proprietária das empresas de automóveis Chalmers e Maxwell, para fundar sua própria montadora de automóveis, em Detroit, baseada na infraestrutura da Maxwell Motor Car. O primeiro modelo foi o Chrysler Six com motor de seis cilindros, freios hidráulicos nas quatro rodas, lançado no ano seguinte e, em seu primeiro ano vendeu 32 mil unidades.

Em 1925 surgiu oficialmente a Chrysler Corporation como sucessora da Maxwell Motor Car e, no ano em que comprou a Dodge, a empresa lançaria as marcas DeSoto e Plymouth. A Dodge passou a ser a marca de luxo da empresa.

Em 1934, a Chrysler apresentou o Airflow com design aerodinâmico e frente em formato de gota d’água. O carro futurista para a época não emplacou nas vendas, mas determinou padrões para a indústria automobilística mundial. No começo da década de 40, introduziu no mercado a luxuosa station wagon Town & Country (lançada em 1941) e modelos conversíveis. Só em 1957 surgiria o maior sucesso da Chrysler, o Dart e no ano seguinte todos os modelos da montadora saiam de fábrica com controle automático de velocidade. Em 1960 eles introduziram o chassi monobloco, que trouxe mais segurança aos automóveis e rapidamente viria a ser aplicado em todos os seus modelos.

Os anos 1970 foram marcados por dificuldades financeiras devido às crises petrolíferas e às mudanças na linhas dos modelos da montadora que não agradaram o mercado consumidor. O então executivo da empresa, Lee Iacocca assumiu a presidência em 1978 e começou a traçar um dos cases de sucesso dos mais significativos do mundo dos negócios nos anos 1980. Um dos principais modelos da marca foi lançado em 1984, a minivan Voyager, que revolucionou o mercado nesse segmento.

Uma nova crise financeira se abateu sobre a Chrysler e em 1998 a montadora, uma das três grandes dos EUA, se fundiria com a Daimler-Benz AG criando uma empresa que se encontrava entre as três maiores do setor automobilístico em termos de receitas, a Daimler-Chrysler. Sob o comando da alemã, novos modelos de carros foram lançados, como 300M (1999) e o PT Cruiser (2000). A união acabou em 2007 e a deficitária Chrysler foi vendida para um fundo de investimento norte-americano.

Com a crise econômica norte-americana em 2008, a empresa parou suas fábricas no mundo inteiro por alguns meses. O governo americano ajudou com bilhões de dólares, mas mesmo assim a Chrysler pedia concordata em 2009. Foi quando o grupo Fiat entrou na jogada comprando entre 20% e 25% da montadora americana e, depois aumentando sua participação para os atuais 70%. Salva da concordata, com uma nova linha de produtos, remodelando clássicos como o Chrysler 300 e a minivan Town & Country, entre outros, a empresa obteve crescimento nas vendas, alta no faturamento, lucro e, com a crise na Europa, se tornou uma das salvações da italiana Fiat para continuar sendo lucrativa. Por causa da aliança com a Fiat S.p.A, o grupo passou a se chamar Chrysler Group LLC e produz veículos e produtos das marcas Chrysler, Jeep, Dodge, RAM, Mopar, SRT e Fiat.

Sob o guarda-chuva da Chrysler Corporation, em 1953 foi lançado o motor Dodge Hemi V-8. Em 1957 era lançada a terceira geração de picapes com a marca Dodge. A década de 1960 começou com o Dodge Dart, porta de entrada da marca no segmento de carros compactos e dois outros modelos de grande sucesso: em 1966 o Charger, um muscle-car (carros com grande potência equipados com poderosos motores V8) e em 1967, o Dodge Coronet RT, um carro esporte com motor V8. Em 1971, a Dodge introduziu a “Lifestyle”, uma picape para a família.

Em 1978, com a crise do combustível que assolou os Estados Unidos, a Dodge entrou no segmento de carros compactos com o lançamento dos modelos Omni (um hatchback com tração dianteira) e o Colt, este último em parceria com a Mitsubishi. Em 1981, a linha de picapes foi reestilizada, e a picape compacta Dakota foi lançada. O símbolo do cabrito montanhês, utilizado entre as décadas de 1930 e 1950, voltou a fazer parte da imagem visual da marca, seguido da frase “Ram Tough”. Outro lançamento de grande impacto foi a van Caravan, lançada em 1984, e que revolucionou o mercado em sua categoria.

A década de 90 merece destaque pelo o lançamento do Dodge Viper, um ultraesportivo equipado com motor V10, e do Intrepid. Pouco depois surgiriam dois de seus maiores sucessos de venda, o Neon (um carro compacto lançado em 1994 que se tornou um grande campeão de vendas) e o Dodge Stratus (um sedã de porte médio lançado em 1995). Nos anos seguintes a Dodge renovou completamente a linha de veículos com os utilitários esportivos e recriações de grandes sucessos como o Charger e o Challenger.

A trajetória da Chrysler no Brasil

A trajetória da Chrysler no Brasil também foi marcada por avanços e retrocessos. Em novembro de 1966, a empresa assumiu o controle acionário da Simca Internacional e em junho 1967 foi fundada a Chrysler do Brasil. O próximo passo da marca no País foi o investir US$ 50,2 milhões na produção de caminhões Dodge e do modelo Dart.

Lançou por aqui o modelo Esplanada com motor V8 e se tornou um dos carros nacionais com melhor desempenho, chegando a 160 km/h. O grande momento foi o lançamento do Dart brasileiro, em outubro de 1969, Um ano depois, chegava a vez da apresentação dos esportivos Charger e Charger R/T.

Em julho de 1971 a razão social da empresa mudou para Chrysler Corporation do Brasil E no fim de 1972 veio o pequeno Dodge 1800, uma das grandes apostas da marca no País, que duplicou as instalações da empresa em São Bernardo do Campo (SP) e Santo André (SP). Começava o declínio com a crise do petróleo, em 1974, o que levou a uma queda brusca nas vendas de seus modelos grandes, pesados e beberrões.

Em janeiro de 1979, a alemã Volkswagen comprou 67% das ações da Chrysler brasileira e, em novembro de 1980 assumiu completamente o controle da marca, menos de um ano depois, em agosto de 1981, todos os carros da linha Dodge deixaram de ser fabricados no Brasil. Em 1998, a Dodge voltou a ter ligação com o País e começou a produzir a picape Dakota em Campo Largo (PR). As picapes médias Dakota foram sucesso de vendas e chegaram a ter 16% de seu segmento. O utilitário deixou de ser fabricado três anos depois, em 2001. Desde então, a marca vende apenas modelos importados no País.

O Jeep Cherokee vive no Brasil um ótimo momento comercial. No acumulado de janeiro a abril de 2013, o utilitário-esportivo vendeu 517 unidades. No ano inteiro de 2012 as vendas foram de 577 unidades. O que significa um crescimento de 215% no primeiro quadrimestre em relação a todo o ano passado.

Em 2012 mesmo com de entraves como o “Super” IPI para importados a Chrysler conseguiu bom crescimento nas vendas. Foram 7.201 emplacamentos, crescimento de 31%, enquanto o mercado de veículos importados despencou 35%, e 19% considerando apenas as marcas premium. A participação na categoria subiu 5 pontos percentuais, para 18%, consolidando a Chrysler entre as três primeiras do segmento de luxo. Os modelos importados vendidos aqui são: Dodge Journey SXT, Dodge Journey R/T, Jeep Cherokee Sport, Jeep Cherokee Limited e RAM 2500 Laramie. No primeiro trimestre deste ano a Chrysler já fez dois lançamentos no Brasil: o inédito Dodge Durango e a versão turbodiesel do Jeep Grand Cherokee.

Dodge Durango

Lançamento no Brasil: o inédito Dodge Durango

Especula-se que a agora pertencente a Fiat volte a produzir no Brasil utilizando as futuras instalações da Fiat no Pernambuco. O modelo seria novo Dodge Dart, gêmeo do Fiat Viaggio.

Na pátria mãe, nos EUA,o Chrysler Group registrou em março, nos Estados Unidos, o melhor mês de vendas para a empresa desde dezembro de 2007 vendendo um total de 171.606 unidades em março, o que significou um crescimento de 5% sobre o mesmo período do ano passado. A marca RAM de veículos comerciais e pesados experimentou um aumento de 24% nas vendas, fazendo do mês passado o melhor março nos últimos seis anos. A Dodge também registrou alta de 15% nas vendas, também foi o melhor março desde 2007. A marca Chrysler conquistou o maior crescimento do grupo, com 35% sobre março de 2012. O maior responsável por esse número foi o sedã médio (nos EUA) Chrysler 200, que teve aumento de vendas de 11%. O 300, e o monovolume Town & Country – ambos disponíveis no Brasil – contribuíram e também registraram em março o melhor desempenho do ano. As vendas da Jeep cresceram 27% em março, o mês foi o melhor para a marca em 2013.

Dodge Ram

Dodge Ram

A Dodge Ram 2500 é a única picape de grande porte vendida no Brasil, atualmente. A Ram 2500 impressiona não apenas pelo tamanho, mas pelo estilo de linhas musculosas.

Saiba mais sobre a Dodge Ram

Grand Cherokee

Grand Cherokee

O Jeep Cherokee é um legitimo off-road da Jeep que alia um design marcante valentia de fora de estrada, versatilidade na cidade, requinte e conforto de um carro de luxo.

Saiba mais sobre a Grand Cherokee

anderson luiz
Assessor em Seguros na CotandoSeguro.com

Fundador e Administrador da empresa CotandoSeguro.com, Anderson Gimenez conta com mais de 25 anos de experiência no ramo de seguros onde hoje atende o Brasil todo dando consultoria em seguros para pessoas físicas e jurídicas.

Já ajudamos Milhares de Clientes na contratação de seguros!

  • Parabéns à ContandoSeguro.com por fazer um excelente trabalho e por ter em sua equipe corretores de alta qualidade. Recomendo!

    SUMARÉ/SP
  • Nunca achei que iria conseguir uma seguradora para poder ter um seguro de moto. Recomendo para quem precisa

    SÃO PAULO/SP
  • Estou muito satisfeito com os serviços da Cotando Seguro. A relação custo – benefício é excelente. Na verdade me surpreendo a cada vez como eles conseguem oferecer um serviço tão completo a estes preços.

    SÃO PAULO/SP
Queremos ser a sua corretora de seguros

Focada no atendimento, a CotandoSeguro.com possui uma equipe especializada para atender você que deseja um seguro. Aqui, você receberá as melhores propostas, em opções que são montadas de acordo com o seu perfil – tudo voltado para você fechar o melhor negócio.

Ou Ligue

    Matriz em São Paulo: 11 4210.0797

    Itupeva: 11 3937.5968

    Campinas: 19 3327.2730

Entre em Contato com a CotandoSeguro.com

    Matriz em São Paulo: 11 4210.0797

    Itupeva: 11 3937.5968

    Campinas: 19 3327.2730

Rua 24 de Maio, Nº 276 – 14º Andar – Republica - Cep 01041-000 - São Paulo - SP
Horário de Atendimento: De segunda à sexta-feira das 09:00 às 18:00 horas CotandoSeguro.com - 2016. Todos os direitos reservados.